Santa Maria Vídeo e Cinema divulga homenageadas da 13ª edição

A organização do Santa Maria Vídeo e Cinema (SMVC) já definiu as duas homenageadas da 13ª edição: a jornalista e crítica de cinema Bianca Zasso e a diretora de Arte Adriana Borba. O evento será entre 29 de outubro e 3 de novembro e tem como tema “Cinema para todas”, uma reflexão sobre o protagonismo da mulher no audiovisual. 

Adriana tem grande experiência como produtora executiva, diretora e produtora de arte, diretora de produção e figurinista. Em atuação na área cinematográfica desde 1984, com o média-metragem “O Arco-Íris Mágico”, ela tem um extenso currículo. Como diretora de arte, participou da produção de dez curtas-metragens e 14 longas-metragens. Como diretora de produção, de seis curtas, e, como figurinista, de quatro curtas, dez longas e três séries. 

Em 1986, fundou sua produtora RS Multimídia TVC. Já recebeu 12 prêmios por todo o Brasil. Alguns dos reconhecidos filmes em que trabalhou são: Netto Perde Sua Alma (2001), 5 Naipes (2004), Concerto Campestre (2001/02), Júlia (2005/06), A Última Estrada da Praia (2011) e Mulher do Pai (2016). Neste ano, recebeu o Troféu de Melhor Direção de Arte do Guarnicê Festival do Maranhão pelo longa-metragem Legalidade (2017), que será exibido na abertura do SMVC.

“Esta homenagem para mim, significa a valorização da Direção de Arte, mostrando que o Festival de Santa Maria reconhece a presença da mulher na equipe técnica e sabe a importância do trabalho que existe por trás das câmeras”, avalia. 

Já a santa-mariense Bianca possui especialização em Cinema pela Universidade Franciscana (UFN). É editora e sócia do site Formiga Elétrica. Apresenta a série de vídeos Bia na Toca, realizada pela produtora Toca Audiovisual, e colabora quinzenalmente como colunista de cinema no site Claudemir Pereira há sete anos. Ela também é vice-secretária da Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Sul (Accirs), e faz parte do Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema. Integrou ainda, durante cinco anos, o projeto de extensão Cineclube Unifra, e foi colaboradora dos sites Papo de Cinema, Delirium Nerd, DVD Magazine e Boca do Inferno.

“Receber o convite para a homenagem foi, primeiramente, um susto. Passado esse impacto inicial, me senti emocionada por receber uma honraria dessas no primeiro festival que acompanhei na vida e que se mistura com várias fases da minha trajetória como jornalista e crítica de cinema. É por essas que a gente se dá conta que vale a pena seguir nossas paixões, mesmo em tempos tão complicados como os que estamos vivendo”, destaca Bianca. 

INSCRITOS – Ao todo, 146 curtas estão inscritos (16 são de Santa Maria e região), número considerado significativo pela organização. A abertura do festival será com o longa-metragem “Legalidade”. A solenidade será no dia 29 de outubro, às 19h, no Centro de Convenções da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). A entrada é gratuita.

Após a exibição, haverá bate-papo com o diretor do filme Zeca Brito e a diretora de Arte Adriana Borba, reafirmando uma das principais características do festival que é o debate com o público. 

APOIO – O SMVC é um evento gratuito, realizado em praça pública, graças ao apoio de membros da comunidade e instituições da cidade. Para colaborar, entre em contato com a organização pelo site www.smvc.com.br ou pela página facebook.com/SMVC no Facebook. 

Esta edição é realizada pela Filmes de Junho Produtora, IdeiaAção Design e Planejamento e Padrinho Conteúdo e Assessoria.